Os primeiros imigrantes alemães, provenientes da Pomerânia, chegaram à região em 1º de novembro de 1857, desembarcando em Cerro Chato, na margem esquerda do Rio Jacuí. Agudo é o berço da Colônia Santo Ângelo, instalada pelo Governo Provincial (Presidente Ângelo Muniz Ferraz), entre os anos de 1857 e 1885. 

O primeiro diretor da Colônia foi Florian Von Zurowski, que logo foi substituído pelo Barão Von Kahlden. A partir de 1865, a Colônia Santo Ângelo se torna parte do 1º Distrito de Cachoeira do Sul. O movimento de emancipação de Agudo foi iniciado a partir de 1957. A Lei nº 3.718 de 16 de fevereiro de 1959 criou o município de Agudo. 

O Município de Agudo está localizado na Depressão Central gaúcha, distante 240km da capital e com 83metros de altitude em relação ao nível do mar. A área territorial é de 536, 114 km², com população estimada pelo IBGE, em 2015, de 17.120 habitantes. O nome Agudo deriva do Morro pontiaguda, que desponta na várzea do Rio Jacuí e encontra-se de frente a principal avenida da cidade, a Avenida Concórdia, e possui 429 metros de altura.